África

Toscana 

A Toscana e suas belas paisagens pontilhadas de estradas ladeadas por ciprestes centenários e campos de girassóis, oliveiras e videiras inspiram todo mundo. Não é à toa que tantos filmes foram rodados por lá: (Sob o sol da Toscana - Arezzo, Cartas para Julieta - Siena, Romeu e Julieta - Pienza,I rmão Sol Irmã Lua - San Gimignano, Retrato de uma Mulher - Florença, entre outros).

A UNESCO designou seis de seus destinos como patrimônio cultural da humanidade: sua principal cidade Florença, a praça da Catedral e a Torre de Pisa, o centro histórico de Siena, a pequena cidade de San Gimignano, o casario medieval de Pienza e Val d’Orcia.

Depois de visitar Florença (que precisa ser vista pelo menos uma vez na vida) e seus tradicionais pontos de interesse como a Galleria degli Uffizi,  a Piazza del Duomo, a Catedral de santa Maria del Fiore, a Galleria dell’Academia (onde está a estátua original de Davi – há várias réplicas espalhadas pela cidade) e a Ponte Vecchio entre outros, podemos planejar para você alguns pontos onde provar um legítimo “Panino con Lampredotto”, tomar um café olhando Florença de cima ou ainda ver um pôr do sol de um ângulo digno de Michelangelo.

A Oeste uma sugestão é fixar base em Lucca, cidade onde nasceu o grande compositor Giacomo Puccini. Suas ruelas medievais guardadas por uma muralha de cinco quilômetros que resistiu ao tempo são um convite para se perder caminhando ou pedalando.

De Lucca é muito rápido acessar Pisa (de cuja Piazza dei Miracoli voce acessa em poucos passos a tão famosa e inclinada Torre de Pisa, o Duomo, o Battistero, o Campo Santo e o Palazzo dell’Opera); Livorno (para conhecer a Fortezza Vecchia, o Santuario della Madonna di Montenero e o Mercato delle Vettovaglie e não deixe de saborear um Cacciucco) e um pouco mais distante mas imperdível, o quinteto de vilarejos de pescadores (Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore) cravados nos penhascos da costa da Ligúria que compõe as “Cinque Terre”.

Na região Central a pedida é montar acampamento em Siena, palco de uma das mais antigas corridas de cavalos do mundo (o Palio di Siena). A melhor opção é se hospedar dentro da cidade amuralhada (e se quiser entrar no clima, um antigo palácio nobre é hoje o hotel Relais degli Angeli – a 10 minutos da Piazza del Campo). De Siena não leva mais de uma 1h15 para se chegar a: Montalcino (visite a Abbazia di Sant’Antimo e também aproveite para degustar um Brunello di Montalcino); Pienza (cidade planejada pelo Papa Pio II para ser a cidade ideal da Renascença); Montepulciano (em 5 minutos voce sai da Fortezza di Montepulciano passa pelo Duomo, visita a Piazza Grande e termina na Cantina Fattoria della Talosa para conhecer as diferenças entre os Nobiles de Montepulciano, Brunellos e chiantis); Arezzo (visite a maior e mais famosa feira de antiquários da Toscana na Piazza Grande que fica a 5minutos de caminhada da Catedralle di San Donato) ou San Gimignano (Palazzo Comunale e se não tiver vertigem não deixe de subir na Torre Grossa, a vista é deslumbrante, a Collegiata é uma basílica do século 12 e não deixe de degustar os saborosos sorvetes da pluripremiada Gelateria Dondoli  .

E para finalizar sua estadia no estilo da nobreza, hospede-se pelo menos por uma noite num dos castelos da região.

Rua Xavier Gouveia, 241 | cj.281 | São Paulo | SP | 04610-010

(+55 11) 94556-7271

atendimento@hyvatours.com.br

580b57fcd9996e24bc43c543.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2019 hyvatours.com.br. Todos os direitos reservados.