A Viagem e a Mala

Viajar é uma das melhores coisas do mundo. É o momento relacionado com férias, descanso, passeios, compras, e sempre gera muita expectativa. Seu planejamento nem sempre conta com a participação de todos os envolvidos mas requer bastante dedicação. Definição do destino, roteiro, reservas de passagens, hospedagem, locação de carro, o chip de celular internacional, seguro vigem, passaporte, vistos... Uma loucura.

Mas como diria Mário Quintana: "Viajar é trocar a roupa da alma".

Ah e por falar em roupa aí o bicho pega. É agora que todos os envolvidos entram na dança. A hora de fazer as malas. Aiii, o que tem que levar? Vai fazer calor, frio, vai chover? Pode ser mala grande? Qual o limite de peso? Socorrro...



  • Comece fazendo um check-list considerando o destino (clima, atividades previstas, a duração da viagem, o meio de transporte (se for de avião confira as regras de bagagem), etc

  • Escolha peças de roupa básicas (aquelas que são fáceis de combinar entre si como peças lisas e com cores neutras como branco, bege, preto e jeans)

  • Para ajeitar tudo na mala, duas formas mais conhecidas são:enrolar as peças ou dobrar em pequenos retângulos e colocá-las de pé. Você pode optar por uma ou mesclá-las e encontrar uma disposição que favoreça a questão de ter mais espaço.

  • Evite roupas que precisem passar, mas se tiver uma ocasião especial em que será usada, leve um cabide e no dia em que for usar, antes de entrar no banho quente, coloque a roupa no cabide e deixe no banheiro. O vapor vai ajudar a desamassar.

  • Não esqueça da necessaire com itens de higiene pessoal.

  • Nunca coloque na mala a despachar objetos de valor como jóias, equipamentos eletrônicos, dinheiro, chaves e remédio. Para isso...

  • Leve sempre uma bagagem de mão para ter fácil acesso a documentos necessários como passaporte, passagem, vouchers, ... Além disso, é muito útil ter uma troca de roupa em caso de extravio da mala.

  • Não esqueça dos adaptadores de tomada universais, fones de ouvidos, power-bank e uma balança portátil para pesar sua mala na volta.

  • Quanto aos remédios, assegure-se de levar aqueles que você usa e que precisam de receita em quantidade suficiente para usar durante a viagem. Não conte em conseguir encontrar os mesmos no seu destino. E se possível leve a receita dos mesmos traduzida pelo menos para o inglês. Assim além de eventualmente poder tentar comprar o mesmo ainda pode evitar dor de cabeça na alfandega se cismarem como o medicamento.

  • Deixe algum espaço para trazer eventuais lembrancinhas na volta.

  • Antes de fechar tudo, repasse o check-list e identifique suas malas por fora e por dentro com etiquetas com nome, endereço e contato (tel e ou e-mail). Em caso de extravio isso pode ajudar muito. Ah, por que por dentro? Por fora a etiqueta pode ser danificada ou arrancada, assim se houver alguma forma de identificá-la ajuda na recuperação.

  • Se sua mala não tiver cadeado próprio, feche a mala com cadeado padrão TSA (ele é compatível com a segurança dos aeroportos norte-americanos (Transport Security Administration), onde na alfândega há o procedimento de abrir malas despachadas para checagem de segurança. Se a sua mala for escolhida, eles vão abrir o cadeado de qualquer jeito para checar sua bagagem. E se o seu cadeado não for TSA, ele será arrombado.

  • Antes de despachar a mala, remova todas etiquetas de viagens anteriores para não correr risco de ter a mala enviada para destino errado.

  • Identifique suas malas com fitas coloridas ou adesivo diferenciado para evitar confusão na hora de pegar sua mala na área de coleta de bagagem.

  • E finalmente, não esqueça de pesar a bagagem antes de ir ao aeroporto para não pagar excesso na hora de embarcar.







37 visualizações